Imagem capa - Por que o seu bebê chora tanto? por Bel Ferreira

Por que o seu bebê chora tanto?


Essa é a dúvida que a maior parte das mães possuem, principalmente as mães de primeira viagem. Se você está a poucas semanas do parto, com certeza já está fazendo pesquisas sobre as fases do bebê, cuidados que os recém-nascidos precisam, entre outros temas que farão parte dessa nova fase. E é justamente por isso que você está lendo esse artigo agora, não é mesmo? 


A primeira coisa que você precisa saber é que, até os 3 meses de vida, o bebê está no período simbiótico. Nessa fase, o seu repertório motor é ainda muito limitado, e seus movimentos são quase sempre reflexos involuntários - o que dificulta ainda mais os pais a reconhecerem a causa do choro


Se o diagnóstico do seu bebê foi positivo em todos os exames e ele ainda continua chorando de forma excessiva, siga cada item abaixo até identificar o causador. Mas não se preocupe, todos eles possuem solução simples e rápida.  


Cólica intestinal 

Com um corpinho tão pequeno, é comum que qualquer dificuldade no sistema digestivo cause cólica no bebê. Dificuldade em fazer cocô e gases são as causas mais comuns. Para casos leves, uma simples massagem na barriga da recém-nascido pode aliviar a dor e fazer com que o sistema digestivo volte a funcionar corretamente. Em casos medianos, medicamentos como antigases pode resolver o problema rapidamente. 


Fome

Com poucas opções para se comunicar, o bebê apela para o choro para praticamente qualquer "pedido" que tenha que fazer para os pais, e a fome é o pedido mais comum nos primeiros meses. Converse com o pediatra e faça uma estimativa de quantidade de leite que o seu bebê deve tomar por dia e períodos entre cada refeição. Caso esse controle não seja possível, uma forma fácil perceber a fome no bebê é aproximar o dedo em sua boca e observar. Geralmente eles ficam "procurando" o bico da mamadeira ou do seio. 


Frio ou calor 

A temperatura ideal para o recém-nascido é de aproximadamente 27 graus quando ele está sem roupinhas, por exemplo, na hora do banho. Por isso, é importante possuir um termômetro no quarto do bebê. Superagasalhar o bebê, que é uma tendência comum, deve ser evitado. Eles sentem mais frio, mas não tanto como se imagina. O ideal é colocar mais uma camada de roupa além da que a gente normalmente usa.


Hora de limpar o bebê

O bebê quase sempre se incomoda com a mudança de temperatura e sensação na frauda. 


Irritação

Cada bebê é único. Alguns gostam de ambientes barulhentos. Outros, de silêncio. Alguns ainda se incomodam com qualquer detalhe da roupa, ou uma dobrinha na fralda. 


Excesso de emoções 

Os estímulos externos geralmente são muitos fortes para um bebê, por isso não é incomum que depois de um ataque de riso o bebê caia no choro. Apenas mantenha a calma e espere. 


Temperamento 

Às vezes o seu bebê simplesmente se sente melhor chorando mais do que o comum. Se nenhum desses itens ou nenhum motivo for identificado pelo médico, apenas se adeque às necessidades e expectativas do bebê.